27 de março de 2020

Conhecendo o Museu do Piauí!



Fundando em 1934 o Museu do Piauí - Casa de Odilon Nunes, se localiza bem no centrinho de Teresina em frente a Praça da Bandeira.


Em uma estadia na capital, derretendo numa temperatura de 40º,  eu e as crianças resolvemos conhecer o museu.

Lá é possível conhecer toda a história piauiense. Com traços neoclássicos e itens catalogadas que vão desde peças pré-históricas e obras importantes da arte contemporânea de renomados artistas piauienses, além de artesanato, indumentárias e mobiliários.

Confesso que fiquei bem impressionada com algumas peças, a exemplo dos instrumentais usado para lobotomia. A gente sai de lá com uma sensação de peso, pelo passado macabro que existiu. Por outro lado podemos ver peças maravilhosas, como roupas da época, louças da Companhia das Índias, porcelanas chinesas e inglesas, mobiliário e quadros do século XIX, como a famosa tela de “Dom Pedro II”, de Victor Meirelles.

O museu funciona no antigo casarão onde residiu por anos o Comendador Manoel Jacob Almendra.




Na área externa do prédio o que me encantou foi a coleção de objetos que contam a história da imprensa no Piauí. As máquinas de prensa de ferro mostra como todo esse universo do jornalismo que eu vivencio teve início.





A média de visitação é de 12 mil pessoas por ano que são, em sua maioria, estudantes de escolas públicas e privadas.

A riqueza cultural do Museu do Piauí – Casa de Odilon Nunes é um convite constante para desvendar e descobrir o perfil cultural de várias gerações.
 






24 de março de 2020

Como Está o Seu Comportamento Diante das Minúcias da Vida?


O tempo longe das nossas atividades diária, nos proporciona estar mais perto das minúcias de nossas vidas. E isso nos ajuda a ver o panorama geral novamente. Essas experiências também proporcionam uma interrupção do trabalho árduo de "ser humano". 

Tomara que todo esse espaço/tempo em branco, sirva para você refletir sobre o valor de apreciar um pôr-do-sol☀. A maioria das pessoas não experimentam esse tipo de espaço em branco diariamente. Temos empregos para acompanhar, filhos para criar, pais idosos para cuidar e todas as outras responsabilidades que são acumuladas em nossos ombros. Mas podemos encontrar espaços livres nos pequenos e comuns momentos de nossas vidas, se estivermos procurando conscientemente.

Se você deseja se sentir mais livres dentro de seus afazeres,você pode criar bons momentos em seu cotidiano. 


Maneiras libertadoras de criar momentos  no meio da vida cotidiana.

Quando você ficar em uma fila, qualquer ou no supermercado, resista ao desejo de retirar o telefone da bolsa. Em vez disso, reserve um momento para estar presente. Faça algumas respirações profundas; observe as vistas, cheiros e sons ao seu redor; ou deixe sua mente simplesmente vagar.
Pratique a mesma presença consciente enquanto dirige na sua rota diária de trajeto para o trabalho. Desligue a música ou o podcast e simplesmente esteja onde está.
Desative as notificações no seu telefone e observe quanto tempo você volta para si mesmo no seu dia.
Não agende compromissos tão próximos que você precise se apressar entre eles e não tenha tempo para processar uma coisa antes de começar a próxima. Sempre que possível, deixe um espaço para respirar no meio.
Tente acordar antes de sua família, (eu faço muito isso), para que você possa saborear alguns minutos de silêncio e preparar sua mente para o que está por vir.
Suba na cama do seu filho por alguns minutos antes de começar o dia juntos. (Faço todos os dias).
Inspire profundamente no momento em que sai da sua casa. Observe como o ar da manhã cheira ao invés de correr por ele.
Faça uma meditação de varredura corporal quando sentir o estresse se aproximando. Sente-se confortavelmente ou deite-se de costas e concentre-se em relaxar uma parte do corpo de cada vez, movendo-se lentamente da cabeça aos pés.
E para esses dias em casa que tal reservar alguns minutos para limpar uma pequena área da bagunça acumulada. Pode ser sua mesa, sua caixa de entrada de e-mail, o balcão da cozinha ou as roupas empilhadas em seu armário. É bem obvio que a arrumação externa nos dá sensação de leveza e bem estar. 

Cuide de você. Crie uma rotina de relaxamento suave para praticar todas as noites. Mesmo se você estiver com pouco tempo, aposto que você poderia passar alguns minutos antes de dormir esfregando loção nas mãos, difundindo um óleo essencial, bebendo uma xícara quente de chá de ervas, escrevendo em seu diário ou fazendo qualquer coisa que pareça ser sua. 
Acredito que devemos criar intencionalmente momentos de espaço livres para nos ajudar em nossa saúde mental e física

O minimalismo pode auxiliar muito nessa nova descoberta, mas aí já e assunto para outro post. 👄👄👄 

22 de março de 2020

Hoje é dia Mundial da Água


Dia Mundial da Água é celebrado hoje dia 22 de março. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 21 de Fevereiro de 1993. O objetivo era de alertar a população mundial sobre a preservação dos bens naturais e, sobretudo, da água.
Preserve a água. Sem ela não há vida na terra.

Foto: Maria Oliveira

21 de março de 2020

O Que Fazer em Casa Com os Filhos


De repente, todos nós recebemos o presente que ninguém esperava. Tempo! E o que faremos com todo esse tempo em casa? 


O  (COVID-19) se espalhou pelo mundo e, além dos riscos à saúde, e entre os desafios que teremos futuramente par superar, o que enfrentamos agora é o desse movimento em direção ao isolamento. Praticamente todos os países mais afetados estão dizendo para seu povo ficar em casa e minimizar o contato com outras pessoas para retardar a propagação do coronavírus.

Agora, para uma antissocial como eu he, he,  isso não deve ser grande coisa. Sou profissional em passar um tempo longe do mundo lá fora, e é algo que integro meus planos semanais. Mas sei que para muitos a perspectiva de semanas potencialmente gastos em ambientes fechados, ainda mais  quando a  escolha não é sua, estar 'dentro de casa' parece opressivo e dá o sentimento de estar numa prisão.


Leia um livro


Ler é uma atividade prazerosa individual. Que tal inovar. Além das historinhas infantil, você pode ler livros em conjunto com seus filhos. É bem simples. Você separa dois ou três, (aqui são sempre 3) livros e distribui entre eles. Após dois dias vocês faz o rodízio dos livros. É ler dois livros ao mesmo tempo. Assim vocês vão poder interagir um com os outros.  Para a leitura ser agradável, todos devem opinar sobre os livros escolhidos.

Cinema em casa 📺


Cinemas reais estão fora, por razões óbvias. Mas a Netflix coloca praticamente qualquer gênero de filme ao seu alcance, tudo no conforto do seu próprio sofá. 

Então, recrie sua própria experiência de cinema com pipoca juntamente com seus filhos. Qual criança não ama pipoca 🍚 de microondas ou de panela mesmo. Faça uma guloseima 🍰 🍥escolha o filme e aproveite ao máximo o conforto da sua casa com um grande emaranhado de cobertores.

Você pode ainda escurecer a sala fechando as cortinas, use sua imaginação e aproveite esse tempo com seus filhos, certamente criará boas recordações para eles. 
 💝

20 de março de 2020

Como Mudar Seu Estilo de Vida Com a Quarentena!


Como diz o velho ditado, não há nada de ruim que não se possa tirar um proveito, seja uma lição, ou uma visão diferente de mundo. 

Com o atual momento que o mundo está passando as pessoas se limitando a ficar em casa por pura necessidade, podemos tirar algo positivo em meio a tudo isso. 
Para muitos é quase que uma obrigação se privarem de sair as ruas, fazerem compras, passearem em shoppings  e as cosias que estão acostumadas. 

Mas nós podemos aproveitar esses dias de "isolamento social", eu não gosto desse termo por que eu não me considero que vivo em isolamento social e ficar em casa é justamente o que mais faço, aliás a única coisa que faço, quando não estou no trabalho, na minha religião e nas reuniões ou eventos rotários. Minha vida se limita ou se expande, a essas coisas, (o que eu já acho bastante coisas he, he). 
Raramente um jantar e uma saída esporádica com as crianças a eventos pontuais atendendo mais a necessidade deles. 


Então vamos lá, falar de um estilo de vida que eu me considero inclusa.

Que tal preparar a casa para a chegada da nova estação, (o outono chegou)  ler um livro ou simplesmente tomar um chá contemplando o silêncio. Tudo o que pode trazer conforto e sensação de bem-estar tem um nome ainda sem tradução para o português: hygge. O estilo de vida praticado na Noruega (seguida da Dinamarca e da Islândia) faz com que as pessoas se sintam mais felizes. Aliás a Noruega foi considerada o país mais feliz do mundo de acordo com o relatório anual da ONU (Organização das Nações Unidas). 

E qual é o segredo dessa tal felicidade? Além da cordialidade e de políticas de bem-estar social empregadas nesses países, muita gente atribui o sucesso ao conceito de hygge, pronuncia-se “rîgue”, praticado de maneira orgânica pelos povos nórdicos. 

Com invernos rigorosos, os dinamarqueses têm pouquíssimas horas de sol por dia e o com baixas temperaturas ficam a maior parte do tempo em casa.
Mas o que dizer de nossa região, cidade, que tem temperaturas elevadas, como criar um ambiente aconchegante. 

É mais fácil do que se imagina. Aqui em casa eu conseguir essa proeza. 

Assumi uma decoração mais minimalista, coloquei plantas dentro de casa, isso dá sensação de leveza e bem estar. Móveis rústico e essenciais formam um contexto mais de campo, me levando a vivências de infância. 

E eu amo, amo ficar na minha casa, deitar na minha rede, tomar um café no fim do dia. São costumes que vão se inserindo em nosso cotidiano. 



  

Conseguir criar um ambiente onde todos se sentem confortáveis e percebemos que ficar em casa chega a ser uma coisa bem importante pra nós.



No final da tarde tomar um café, passar um tempo curtindo um aconchego  pode ser bom para a alma e para esses dias difíceis de auto isolamento social. 

 



E ai, vocês também tem um cantinho preferido em casa, me contem, quero saber. 💋


Topo