17 de agosto de 2018

O Tão Esperado Primeiro Dia de Aula!



Oiêee minhas bloguetes lindas, que estão sempre por aqui me motivando a escrever mais sobre esse universo materno.


Foto: Arq. Colégio Bethel

Meu filho Pedro Augusto começou sua vida escolar no Colégio Bethel, e eu vou contar como foi o primeiro dia de aula do meu filhote. Foram muitas emoções he, he. 

O primeiro dia de aula marca o início de uma nova etapa para os nossos filhos e isso com certeza sempre marca a nossa vida também. Emoções é o que não faltam. 



O primeiro dia de aula do Pedro Augusto foi uma experiência dentro das normalidades, afinal existem ferramentas e atitudes que implementadas nos auxiliam nesse momento de separação de mãe e filho. 

O mais importante, é nós mães identificar que o primeiro dia de aula é algo novo para nosso filho, uma coisa fora da rotina dele, é uma mudança importante na vida dos pequenos. Um momento que devemos tratar com respeito para não ocasionar uma experiência negativa na infância da criança e nem frustração em nós. (Passei por essa experiência com minha segunda filha, Maria Luíza. Mas é um assunto para outro post).

Algo que sempre funciona aqui em casa é falar sobre o que seu filho vai vivenciar naquele determinado local, seja num passeio, na escola e em qualquer ambiente onde ele será inserido, isso prepara o pisco da criança para as futuras vivências. 

Quando deixei meu filho no Colégio Bethel eu disse a ele, que mais tarde eu iria buscá-lo, para ele aproveitar e fazer amizades, brincar com os coleguinhas, que eu o amava e que era pra ele ficar com tia Meire até eu retornar.

Eu pude contar com uma equipe que me oferecem segurança para essa nova fase do meu filho. O Colégio Bethel tem excelentes profissionais que estão oferecendo a melhor metodologia nessa iniciação escolar do Pedro. Escolher um bom colégio é um ponto importante não apenas nessa fase de adaptação, mas também em toda vida escolar da criança.



Por que a Criança Chora no Primeiro dia de aula 


E a famosa dúvida, teve choro! Teve! Teve choro sim. Foram 3 dias ele chorando quando eu o deixava na sala de aula. Mas eu mesma me certifiquei que era um pouco de apego, pois fiquei nas dependências do Colégio, (sem que ele percebesse a minha presença) e pude comprovar que logo o choro cessava. 

Nós pais nunca devemos sabotar nossos filhos, dizer coisas do tipo, “se você não chorar eu te compro um chocolate, ou vou te dar um presente”, coisas assim acarreta uma criança dependente de chatagens e isso não é saudável para o ambiente familiar e nem para que eles se tornem adultos seguros de si. 

Para esses primeiros dias que ainda acontecem o choro, seja firme, não ceda, do outro lado existem profissionais competentes para receber seu filho e lidar com essa insegurança que eles sentem. O ideal mesmo é não mentir para seu filho, como: "eu volto já”, ou então sair escondida.  Na boa, sair escondida não é legal. Sempre quando saio de casa pra trabalhar ou vou fazer qualquer coisa eu digo aos meus filhos onde estou indo, a que horas volto e principalmente o que vou fazer. Isso não é uma obrigatoriedade, mas é uma referência para eles.

Após o primeiro dia de aula, devemos incentivá-lo a voltar no dia seguinte para a escola, mesmo que ele diga que não. É importante dar uma atenção especial aos primeiros dias de adaptação escolar. Isso trará segurança a criança.

Na segunda semana de aula do Pedro ele já está todo empoderado. Entra pra sala sozinho, está super adaptado ao ambiente escolar. E o Colégio Bethel é nosso parceiro nessa conquista.

VEJAM ESSE VÍDEO QUE EU FIZ .


Quem quiser saber mais sobre o Colégio e sua metodologia de ensino é só fazer uma visita na rua 7 de Setembro, nº 30; no bairro Rio Verde.

Foto: Arq. Colégio Bethel


Beijinhos e ótimo final de semana!!


Topo