25 de maio de 2018

Cultura + Gastronomia: Belém e Portugal na Mesa!


Vamos falar de cultura + gastronomia

Então, vocês sabem que o Estado do Pará tem grande influência portuguesa né. Pois é. Se liga nessa parada de sucesso!



A capital Belém vai sediar mais uma vez, no próximo mês, nos dias 7 e 8, de junho o projeto Laços, que integra o projetaço ❤de ações do programa Cidades Criativas da Gastronomia, que tem a chancela da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). ❤

Que tal!! ↑↑↑↑↑

 → O evento vai se realizar na área do complexo Feliz Lusitânia. Belém vai respirar ares portugueses em eventos como um grande jantar sob a tutela de um chef português e outro paraense, um grande arraial de comidas típicas portuguesas e paraenses, exposições de artes plásticas e audiovisual, além de um show da cantora Fafá de Belém com fados. Fafá será, ainda, empossada embaixadora dos laços culturais entre Belém e Portugal durante o jantar de abertura do evento. A honraria concedida à cantora, será feita por meio de um decreto municipal assinado pelo prefeito de Belém.

Projeto -  Cidades Criativas da Gastronomia

Foto:Tássia Barros-Comus

Programação - Na noite de quinta-feira, dia 7, ocorre a abertura oficial do evento, com um jantar para convidados e autoridades, no Parque da Residência, cujo cardápio será elaborado pelo chef português Vítor Sobral e pela paraense Wânia Martins.

Vitor Sobral é uma grande referência da gastronomia de Portugal e conhecido pela forma única de interpretar e modernizar pratos tradicionais portugueses, um verdadeiro mestre em conservar temperos e sabores tipicamente de Além Mar.

Wânia Martins, chef paraense é sócia do marido Alípio Martins, na cadeia de restaurantes Pomme D’Or, que tem seis restaurantes e duas casas de eventos, em Belém. Durante esses anos, a rede Pomme D’Or ganhou confiança e credibilidade do público, tornando-se uma grife da culinária paraense, sendo eleita como o melhor restaurante da cidade por anos consecutivos. 
Cultural – No segundo dia do evento, sexta-feira, 8, a programação tem início com uma exposição de artesanato luso brasileiro, com foco na azulejaria típica de Portugal, além de uma mostra de fotografias. As duas exposições ocorrem, das 9 às 18 horas, no Boulevard de Feiras e Exposições, da Estação das Docas, com entrada franca.

Ainda nas Docas no teatro Maria Sylvia Nunes, haverá um workshop com historiadores, músicos e poetas portugueses e brasileiros, que irão discutir a herança lusitana perpassada na Amazônia. A entrada também é de graça.
Dando continuidade nas apresentações nas Docas, será realizada no teatro uma tertúlia – como esse tipo de evento é conhecido em Portugal -, com músicos, atores e cantores paraenses e portugueses.

Neste momento, haverá a participação especial do ator Alexandre Borges, que irá recitar obras do poeta português Fernando Pessoa e do brasileiro Vinícius de Morais. Ao lado de Borges, haverá a participação de um artista paraense que cantará e recitará poetas paraenses. 

E o que é melhor gente, a entrada é gratuiiiita.❤


❤❤

Foto:Tássia Barros-Comus


Gastronomia - Ao final da tarde, a partir das 17 horas, no Complexo Feliz Lusitânia, com o Festival Gastronômico, ao ar livre, que vai reunir restaurantes paraenses e portugueses, que realizam suas atividades em Belém. O festival é aberto ao público em geral, que poderá usufruir, degustar e comprar a comida dos dois países nas barraquinhas que serão instaladas no entorno da praça Frei Caetano Brandão, entre as igrejas da Sé e de Santo Alexandre, na Cidade Velha.

Foto: Tássia Barros -Comus

Às 19 horas, a cantora Fafá de Belém faz o show intimista “Coração Lusitano”, cantando fados e outras canções portuguesas, na igreja de Santo Alexandre. A entrada será franca, e o acesso por meio de convites para 600 lugares, que serão distribuídos oportunamente.

Alguém ai me dá logo uma passagem e hospedagem por que eu já estou me vendo todinha lá de corpo e alma. ☝


Texto adaptado: Dede Mesquita - Agência Belém



Topo