24 de dezembro de 2016

Diário de Uma Mãe: Maria Luiza e seu adeus a infância

Escrever esse post  é ter saudade...

Quando nossos filhos fazem aniversário é algo natural e feliz. Porém, quando a filha inteira 12 anos ela sai da fase que chamamos de infância e entra na adolescência. E a gente que é mãe fica com o saudosismo no coração. Hoje é aniversário da minha segunda filha. A Maria Luiza. Ela está fazendo 12 anos. E mesmo estando feliz com essa data, com o dia de hoje, eu não tenho mais minha criança. Ser mãe é um eterno adeus. Adeus as fases de nossos filhos. Mesmo vivendo intensamente cada uma delas, eu ainda me culpo, pois parece que não aproveitei o máximo a infância de minhas filhas. Pior que tenho essa mesma sensação com o Pedro Augusto. 

Minha filha está começando uma nova fase na vida dela. A adolescência, a fase mais difícil de todos nós. Pois não é fácil deixar de ser criança e começar a assumir responsabilidades, se preparar para a vida adulta. 
Este ano foi um ano difícil de mudança de fases na vida de todos meus 3 filhos. A Glória adulta, Maria Luiza adolescente e  o Pedro entrando na 1ª infância. 

Eu sou grata à Deus por vivenciar isso. Ver os filhos crescerem é o maior prazer da vida. Acompanhar esse crescimento é um privilégio que nem todos os pais tem.   

1 ano

Nascimento: A Maria Luiza veio num momento especial na minha vida. Ela nasceu na noite de natal, dia 24 de dezembro de 2004, as 21h15 na Santa Casa na cidade de Anápolis-GO. Ela pesou 3,350kg e mediu 49 cm. O parto foi normal. Não sofri nadica de nada. Desde a primeira ultrassonografia a médica disse que  ela nasceria dia 24 de dezembro. No dia do seu nascimento fui ao médico pela manhã e ele me mandou voltar para casa. Ao anoitecer às 19h, a minha bolsa rompeu e fui para a maternidade. Não estava sentindo dores. Ao chegar lá já estava em trabalho de parto e fui logo internada. O médico havia ido jantar e quando ele chegou ele me olhou e disse que minha bebê estava nascendo. Na sala de parto comecei a sentir pequenas contrações. Eu não sabia como era por que a Glória foi prematura e cesárea. 
Foi então que as dores veio cada vez mais fortes e em intervalos mais curtos. 
O médico me olhou novamente e me colocou na posição dela nascer. Eu achei bom por que não estava forte as dores e sabia que estava indo tudo bem.  
O médico que fez o parto dela foi dr. Armando. Mesmo já tendo ouvido coisas ruins a respeito dele, eu  me tranquilizei e confiei em Deus.

Eu tive o parto mais humanizado de todos os meus filhos. Ele conversou comigo, e com três contrações na mesa de parto a minha filhinha nasceu e ele colocou ela em cima da minha barriga. Eu até assustei pois como já disse mesmo já sendo mãe ainda não tinha vivido aquela experiência. 
Maria Luiza veio como um presente lindo pra mim. A data do seu nascimento foi tão especial que mudou a forma deu ver algumas coisas na minha vida. 
Antes de Maria Luiza nascer, eu não gostava do natal. Essa época no ano me sentia melancólica, tristonha, e me isolada das pessoas. na verdade eu sofria nessa época. Eu era alheia a tudo, as compras, essa alegria que o povo sentia. Tudo isso me incomodava de certa forma.

Aconteceu que minha filha nasceu na noite de natal, e hoje todos os anos quando essa data se aproxima, é uma expectativa aqui em casa, por conta do aniversário dela. E de certa forma celebramos o natal, pois o principal aniversariante desse dia é Jesus! Ela nascer poucas horas antes do horário do nascimento de Jesus me traz uma reflexão muito grande. Eu vejo que Deus em sua bondade, fez naquela noite duas coisas nascerem em mim. A minha filha e toda a simbologia do natal. Deus através do nascimento da minha filha, vem me ensinando sobre o nascimento de Jesus. O que é esse nascer! O nascer de Jesus dentro de cada um de nós. Pois eu não tinha esse nascimento em meu coração, e através do nascimento da minha filha nessa data eu reconheci o nascimento do menino Deus. 
É difícil explicar isso. É mais fácil sentir. 



O nome:Maria Luiza Nascimento Rosa. Quem escolheu Maria Luiza, foi a minha primeira filha, a Glória. Ela disse que ia colocar meu nome Maria e Luiza que e o feminino de Luiz, nome do pai delas. Veja bem, isso poderia ter sido um desastre total né,  (risos).  Ainda bem que os nomes combinaram e hoje anos depois, eu venho compreendendo através de algumas coisas por que minha filha recebeu esse nome. 
Maria quer dizer mãe protetora, a mãe de todos nós. A mãe de Jesus, nosso salvador. Mulher admirável que deu a luz ao mundo. Luiza, vem de Luz. A pronuncia é justamente essa. Luz. Essa luz Jesus, luz que nos ilumina, luz que clareia o nosso caminho. 
Nascimento, que é o primeiro sobrenome dela, por parte de mãe, me traz justamente esse nascer da luz em minha vida, o nascer da luz que é Jesus. O segundo sobrenome Rosa, é o fechamento de um ciclo florido em minha vida. Eu venho a cada dia aprendendo a conhecer essa rosa. Quem é essa Rosa em minha vida, em nossas vidas. Que espírito é esse que Deus me confiou aqui na terra. 

Tudo que escrevi a minha filha me fez enxergar através de seu nascimento e do nome que recebeu. 
Saber que Deus em sua bondade nos ensina tanto. Nos dar um filho para nos mostrar o caminho. 

Personalidade: Maria Luiza  é meiga, amorosa demais, dorme comigo até hoje, me auxilia a beça com o Pedro, é minha companheira em eventos he, he. E não gosta de me ouvir falar em coisas negativas, um dia falei à ela que ela precisava aprender fazer algo, (não recordo o que era), para que caso um dia eu não estivesse mais aqui para fazer pra ela. Foi um drama ela chorou de verdade e disse que nunca mais era pra eu falar aquilo nem de brincadeira. 
Sei que se um dia eu faltar a eles, ela é a que mais vai sofrer. Por isso peço ao meu bom Jesus, que me dê vida e saúde para criar meus filhos. 


  
Todos nossos filhos tem algumas manias. A Maria Luiza na idade de 2 anos quando eu ralhava com ela, ela me olhava com esse olhar. Um dia eu fotografei por que eu achava o máximo ela e olhar assim. É uma lembrança boa. 



Hoje é um dia duplamente especial para mim. A emoção está envolta a mim nesse momento. Acho que não consigo escrever mais. 
Vou me abster de contar mais para vocês sobre minha Maria Luiza. Estou demasiadamente emocionada para isso.

Ela cresceu e me dá muitas alegrias. 

Beijos de luz! ♥


Vivo por ela Ninguém duvida Porque ela é tudo Na minha vida Eu nunca imaginei que houvesse no mundo Um amor desse jeito Do tipo que quando se tem não se sabe Se cabe no peito Mas eu posso dizer que sei o que é ter Um amor de verdade E um amor assim eu sei que é pra sempre É pra eternidade




Topo