2 de junho de 2016

Parauapebas terá Semana do Bebê



Olá, mamães.
Tenho novidades!
Parauapebas terá pela primeira vez a Semana do Bebê!

A Semana do Bebê é uma estratégia de mobilização social apoiada pelo UNICEF e tem como objetivo tornar o direito à sobrevivência e ao desenvolvimento de crianças de até 6 anos prioridade na agenda dos municípios brasileiros. 
A ideia é incentivar os municípios a realizar, durante uma semana, uma grande mobilização em favor da primeira infância.



Cada município define a data e as atividades a serem realizadas, tais como: oficinas, cursos, palestras e atividades artísticas e culturais.
Essa é uma iniciativa realizada anualmente há 14 anos no município de Canela (RS) e, em 2010, com o apoio do UNICEF, a experiência foi sistematizada e apresentada na publicação. A partir dessa metodologia, a Semana do Bebê também passou a ser divulgada para outras regiões do país.

A importância da atenção à primeira infância: Os seis primeiros anos de vida são fundamentais para o desenvolvimento integral de meninas e meninos. Nessa fase da vida, a criança desenvolve grande parte do potencial cognitivo que terá quando adulto. Por isso, representa uma janela de oportunidades. A atenção integral nessa faixa etária tem impacto decisivo nos processos de aprendizagem e de construção de relações sociais, fatores que influenciarão a vida afetiva, profissional e social


Organização Local - (Ascom) 

De acordo com a coordenação do evento, os objetivos específicos a serem alcançadas com a Semana do Bebê são: fortalecer políticas públicas já existentes no município que tragam melhorias aos indicadores da Primeira Infância; impactar positivamente os indicadores para a primeira infância, com ênfase na atenção à gestante no município; tornar prioridade na agenda do município ações da Semana do Bebê, através da aprovação de Lei municipal que insere data comemorativa no calendário anual da cidade; fortalecer o Programa de Apoio Orientação e Incentivo ao Aleitamento Materno Exclusivo (PROAME), desenvolvido nas unidades de saúde do município; incentivar um novo comportamento em relação às gestantes e aos bebês por meio de um novo olhar dos profissionais no cuidado a este público.
Topo